quarta-feira, 27 de abril de 2016

Alunos criam o primeiro painel solar fotossintético do mundo

Um novo tipo de painel solar foi desenvolvido por um grupo de alunos do 9º ano da escola secundária Pinhal do Rei, Marinha Grande. Este painel solar fotossintético inovador tem a forma de uma pirâmide triangular com três superfícies refletoras.
É uma estrutura em vidro onde se encontram as células solares que procuram imitar a fotossíntese natural. Cada célula solar é formada por três camadas distintas de moléculas orgânicas. Na base existem moléculas acumuladoras de eletrões, no meio existem moléculas fotossensíveis retiradas da acácia e, por fim, existe uma camada de resina de uma árvore. Esta camada de resina serve para estabilizar as moléculas fotossensíveis. A grande novidade é que este novo tipo de painéis solares pode produzir alguma energia mesmo nos dias mais sombrios, uma vez que as moléculas das plantas fotoativas parecem ser mais eficientes na captação e transformação de energia que os cristais de silício dopados usados nos atuais painéis fotovoltaicos. Por outro lado, a forma tridimensional do painel solar fotossintético permite a utilização de superfícies refletoras aumentando assim a quantidade de radiação solar incidente. As proporções da forma piramidal baseiam-se nas proporções das copas das árvores típicas da nossa latitude como é o exemplo da oliveira e do sobreiro.
A produção deste primeiro protótipo encontra-se no âmbito do projeto científico desenvolvido na escola, CSP3, premiado e selecionado a nível nacional, e que tem como objetivo principal o desenvolvimento de uma tecnologia inovadora de captação e transformação de energia solar mais eficiente que a atual.

Sem comentários:

Enviar um comentário